X

Nos territórios do Ártico, onde a temperatura chega aos 50 graus negativos no inverno, existem minas de ouro e diamantes ativos que necessitam de abastecimento durante todo o ano. Durante os 2 ou 3 meses que dura o frio do inverno, o abastecimento chega através das chamadas “condutas de gelo”, vias construídas sobre a planície ártica e os lagos gelados.

Em cada temporada, um grupo de valentes camionistas, treinados para sobreviver em condições extremas, percorre mais de 500 quilómetros levando alimentos, materiais e peças imprescindíveis para os mineiros da zona.

MARK KOHAYKEWYCH

MARK KOHAYKEWYCH

Durante quase uma década, Mark conseguiu que a sua empresa Polar Industries passasse de uma start-up para a posição cimeira no negócio do transporte de mercadorias nas conhecidas “estradas de gelo”. Mas depois dos seus condutores Darrell Ward e Lisa Kelly terem decidido ser sócios numa nova empresa, Mark está a ter muita dificuldade em manter-se como rei do setor. Agora, com a previsão de uma temporada mais curta, será preciso fazer das tripas coração para se manter no pico da montanha que é o negócio do transporte no gelo.
ALEX DEBOGORSKI

ALEX DEBOGORSKI

Apesar de lhe ter destruído um dos camiões há três anos, Mark decidiu voltar a contratar o veterano grisalho para a equipa da Polar. E depois de ele ter provado, mais uma vez, o seu valor na temporada passada, Mark espera que Alex e os seus 40 anos de experiências nas estradas geladas sejam decisivos para o que ele prevê ser uma das épocas mais curtas de que há memória.
ART BURKE

ART BURKE

Depois de andar a saltitar de empresa em empresa, durante alguns anos, Art provou de uma vez por todas que o lugar dele é nas estradas geladas, evitando que o seu camião enorme se despistasse no gelo. Nesta temporada, o colorido residente de Newfoundland chega mais seguro que nunca e determinado a ajudar a Polar a ganhar a corrida contra a Mãe Natureza, entregando as mercadorias antes que as estradas derretam e desapareçam.
TODD DEWEY

TODD DEWEY

Camionista especializado no transporte de madeira, Todd regressa às Polar Industries fora da temporada da madeira para tentar amealhar algum dinheiro no rentável negócio do transporte pelas estradas geladas. Depois de Darrell Ward ter abandonado a equipa há dois anos, Tom conseguiu obter um maior rendimento e tornar-se o melhor camionista da Polar. Este ano, o “ás do volante” da Polar estará ainda sob mais pressão, porque têm de garantir o calendário de entregas já marcadas na época mais curta de sempre.
STEPHANIE

STEPHANIE

Esta mãe solteira de 22 anos tem menos de um ano de experiência como camionista profissional, mas ela está a tentar conquistar o seu lugar e amealhar uma boa maquia no rentável negócio do transporte nas estradas do gelo. Como precisavam de mais condutores para assegurar as entregas com prazos muito apertados, o dono da Polar decidiu dar uma oportunidade a esta novata. Será que Stephanie vai conseguir triunfar nas estradas mais duras da América do Norte?
DARRELL WARD

DARRELL WARD

29 de agosto de 2016: Lamentamos a trágica morte de Darrell Ward, um estimado membro da família do canal HISTÓRIA. A sua perda será muito sentida por todos e os nossos pensamentos e orações vão para a sua família neste momento difícil.
Na última temporada, Darrell Ward conseguiu finalmente pôr a sua nova empresa a funcionar em pleno, desafiando a Polar Industries, a “campeã em título” neste ramo. Apesar de ser uma empresa nova, já conseguiu implantar-se no setor do transporte nas estradas geladas. Agora, Darrell e a sua empresa enfrentam o maior desafio de sempre: tentar garantir transportes suficientes nesta curta época para a sua nova empresa sobreviver.
LISA KELLY

LISA KELLY

Depois de ter provado o seu valor nas estradas geladas do Canadá, Lisa Kelly, esta aventureira, amante de emoções fortes, andava à procura da sua próxima nova grande aventura, quando o amigo Darrell Ward lhe ofereceu sociedade na sua nova empresa. Lisa não hesitou em agarrar tal oportunidade. Será que ela vai conseguir entregar todas as mercadorias às povoações do Norte antes que as únicas vias de comunicação desapareçam no degelo?