X

Quanto dura um carro?

Os carros que percorreram mais quilómetros

 Esta é a pergunta para 1 milhão de euros. Uma das perguntas que se fazem a todos os condutores na hora de comprar um carro, que quando é usado, se torna ainda mais pertinente.

Não é uma questão fácil de responder, já que a mecânica de um carro não é uma ciência exata. Há muitos fatores que estão relacionados com a altura em que um carro fica obsoleto, como o tipo de combustível que utiliza, o fabricante, a manutenção, o tipo de condução… Contrastando com o que dizem vários estudos, fabricantes, especialistas e experiências reais, pode dizer-se que habitualmente um carro dura, em média, 250.000km. Ainda que se possa pensar o contrário, a durabilidade de um carro não vem marcada (ou não costuma vir) pela durabilidade do seu motor. Esta é a peça central do carro e ainda que as mudanças de materiais com que são fabricados possam afetar a sua longevidade, é uma das peças que mais tempo pode durar. No entanto, o mesmo pode não acontecer com as restantes peças que formam a mecânica de um carro, assim como a parte eletrónica. Há partes que são submetidas a grandes pressões (sobretudo em motores diesel) ou ciclos de utilização muito altos e acabam por se estragar antes. Tanto pode ser o motor de arranque, a embraiagem ou o turbocompressor, que é uma peça cara e delicada.

Dito isto, se manténs o teu carro em condições, passas nas revisões com pontualidade e conduzes de forma eficiente, podes alargar a vida útil do teu carro.

Quem foram os proprietários que cuidaram ao extremo das suas viagens e bateram recordes? Estes:

4,8 milhões de quilómetros

O senhor Gordon tem um Volvo P1800, mas não é um qualquer. É o que tem o record de mais quilómetros de viagem (de lazer). Mais de 4.800.000km. O seu motor foi reconstruído 3 vezes, mas o mais surpreendente é que mantém a caixa de mudanças, os eixos e carroçaria originais.

VolvoP1800. Foto: Doug Coldwell

VolvoP1800. Foto: Doug Coldwell

4,6 milhões de quilómetros

Os Volvos e os Mercedes-Benz são famosos, entre outras coisas, pela sua longevidade. Por isso, na segunda posição deste ranking, só poderia estar um Mercedes. Trata-se de um táxi grego, que, depois de 30 anos de serviço ininterrupto, alcançou a marca dos 4,6 milhões de quilómetros. A sua manutenção foi curiosa: o seu dono comprou dois motores e foi trocando, conseguindo não ter um único problema mecânico. Finalmente, a marca comprou o carro para o expor e ofereceu-lhe um novo. Irá durar o mesmo?

Mercedes-Benz 1976. Foto: 1bumer

Mercedes-Benz 1976. Foto: 1bumer

2,6 milhões de quilómetros

Sem sair da Alemanha, encontramo-nos com um Volkswagen. Um Beetle do ano 1963 com 2,6 milhões de quilómetros. Uma reportagem do L.A Times, que o batiza de “Super Beetle”, conta que passaram pelo carro sete motores, três transmissores, 150 pneus, 136.000 litros de gasolina e apenas 3 conjuntos de limpa para-brisas! Não deve chover muito em Pasadena…

Fusca Volkswagen 1963

Fusca Volkswagen 1963

Vamos poder ver estes carros na nova temporada de Top Gear? Fica atento aos novos episódios todas as terças às 22h!