X

Como preparar o teu carro para o Verão?

Entrarias de forma voluntária para dentro de um forno? Bem, provavelmente já o deves ter feito porque um carro alcança os 55° graus depois de 60 minutos exposto ao sol, a uma temperatura de 35°. Vamos dar-te alguns conselhos para que não saias do carro transformado num muffin.

ANTES DE VIAJAR

Existem vários elementos de um veículo que são sensíveis ao calor e podem sofrer deteriorações, por isso, deves fazer uma revisão antes de viajares. Se o carro é grande, ainda mais:

  • Limpa para-brisas: A borracha deteriora-se com o calor, endurece e racha, por isso se fores apanhado num dilúvio de Verão, provavelmente vais ficar sem ver nada.
  • Pneus: outro elemento que, composto de borracha, deteriora-se a altas temperaturas. Ainda que à primeira vista possam não parecer gastos, podem endurecer e perder eficácia. Além disso, a temperatura que o asfalto alcança faz com que a sua pressão mude, por isso deves ter especial cuidado.
  • Líquidos: se és daqueles que atira água corrente para o circuito de arrefecimentos do carro, estás desclassificado. Mesmo assim, deves saber que isto pode baixar o nível ao evaporar mais rapidamente a altas temperaturas. Verifica antes de sair.

Antes da viagem, muito, muito antes, quando o compras o carro, podes tomar outra medida preventiva. Os carros com cores escuras absorvem mais radiação solar do que aqueles com cores claras. Já sabes, pode ser um fator decisivo. O mesmo pode ser dito para os carros alugados, se possível, escolhe um branco ou de cor clara. Quando finalmente alugares o carro perfeito, provavelmente dizem-te “Pedimos desculpa, só está disponível em preto…”!

DURANTE A VIAGEM

Para evitares entrar no carro e sentires que foste convidado para o inferno, segue os conselhos do próximo ponto. Mesmo assim, se por alguma razão te esqueceres de os seguir, não ligues o ar condicionado assim que arrancares. O processo deve ser o seguinte:

  • Ligar o carro
  • Arrancar
  • Ligar a ventilação (sem ar condicionado) para retirar o calor do circuito
  • Circular uns minutos para que o ar quente do interior se renove
  • Ligar o ar condicionado e desfrutar do ar fresco

Existem alguns truques para baixar a temperatura do carro ainda mais rapidamente:

  • Muitos dos carros atuais têm uma funcionalidade que muitos dos seus donos desconhecem. Trata-se de deixar acionado o botão do comando durante alguns segundos e tcharan! Os vidros do carro baixam automaticamente. Pode parecer uma funcionalidade para fazer fogo de vista, mas a verdade é que baixa a temperatura do carro até dois graus, antes de entrares. Nalguns comandos pode ser acionado de forma diferente.
  • Esta outra funcionalidade é manual, e é norma para todos os condutores. Abrir a janela de um lado e abrir e fechar a porta do lado oposto (com a janela para cima) durante meio minuto. Isto irá fazer com que o ar quente fuja do carro. São outros 3 ou 4 graus a menos.

As viagens curtas em cidade são especialmente cansativas para os carros porque numa circulação a baixa velocidade, o fluxo de ar que refrigera o motor a partir do exterior é muito menor. Deves vigiar a temperatura do líquido refrigerante. A temperatura normal de circulação é de 90°, mas numa rota de cidade, é possível que suba aos 100°, sem que isso seja motivo para alarme. Caso suba mais, deves parar imediatamente. Um truque para reduzir a temperatura do motor é aumentar o aquecimento para o máximo.

Lembre-se de sair do carro, caso contrário:

Se conduzir no Verão e no trânsito, os travões podem sobreaquecer e perder eficácia. E não queres isso para as tuas férias ou para as de mais ninguém, pois não? Mede as tuas travagens utilizando engrenagens mais curtas ao travar com o motor.

Em viagens longas, lembra-te de fazer paragens de pelo menos 20 minutos a cada 2 horas.

DEPOIS DA VIAGEM

Quando chegares ao teu destino, e a menos que tenhas uma garagem subterrânea (como todos os carros para venda em segunda mão), é hora de estacionar. É muito possível que o teu destino seja uma praia e mesmo que não seja, há várias dicas que podem ser úteis:

  • Utiliza um para-sol: existem para-sois de muito boa qualidade por um bom preço. Com isto não só evitas a sensação de calor asfixiante, como também proteges os elementos dentro do teu carro. Estes, sobretudo os plásticos, sofrem temperaturas elevadas e deterioram-se mais rapidamente. Um elemento tão simples reduz a temperatura interior em cerca de 11°.
  • Volante ao contrário: Um bom truque é deixar o volante ao contrário (com o emblema na parte de baixo). Desta forma, quando entrares no carro, a zona de aderência estará a uma temperatura mais baixa.
  • Não toques em objetos metálicos ou no tablier quando entras no carro. Se não utilizares uma pala solar, o tablier pode atingir 72,8°. Não é uma brincadeira.

Outro elemento do carro que sofre especialmente no Verão é a pintura. Sofre por duas razões principais: calor e salitre nas zonas marítimas. Para evitares que o teu carro pareça ter acabado de sair da sucata, segue estas dicas:

  • Protege-o com uma lona: existem universais em todos os preços.
  • Lava-o regularmente: Limpa o carro pelo menos uma vez por semana. O salitre fica na pintura e provoca a corrosão. Além disso, quando viajas com vento, o salitre pode depositar-se na parte de baixo do carro, pelo que já não estamos a falar de um problema estético, mas sim de poder afetar elementos mecânicos. Lava o fundo do carro com uma mangueira de pressão.